Novidades no Salão do Automóvel de Frankfurt

O que é o Salão do Automóvel de Frankfurt?

O tradicional Salão do Automóvel de Frankfurt ocorreu neste mês de setembro dos dias 12 a 22, na Alemanha, na cidade que leva o nome do evento.

Considerado uma das maiores exposições indústria automobilística mundial, o evento é muito aguardado pelos admiradores e consumistas do segmento.

Promovido pela Associação da Indústria Automóvel Alemã, a feira acontece nos anos ímpares a exposição de veículos de passeio e anos pares a exposição de veículos comerciais em Hanôver, também no país alemão.

Cada ano que passa, os modelos e design apresentados se superam, o que cria uma expectativa de sempre querer saber o que está por vir.

As tendências expostas na feira trazem mobilidade, tecnologia e sustentabilidade para a discussão de um mundo mais politicamente correto em relação ao meio ambiente.

Nos 122 anos de evento, a exposição trouxe tópicos como as fontes de energia alternativa para não poluir o planeta com tantos gases tóxicos, e também eletricidade e a hibridização de modelos que já existem mas podem ser repaginados para se encaixar em uma mundo mais consciente para colaborar com o atual momento em que vivemos.

A “onda verde” de veículos mais sustentáveis predominou os discursos implícitos em carros que eram feitos pelos executivos e visitantes das exposições. A ideia e mensagem que o evento quis passar para o público esse ano foi que olhar mais para um futuro, do que realmente para o presente e que pensar a longo prazo também pode ser uma boa ideia.

Marcas na exposição do salão automóvel

Por ser o país sede do evento, as marcas alemãs compareceram em peso e apresentaram modelos importantes.

A grande Volkswagen apresentou um novo logotipo e trouxe seu primeiro carro 100% elétrico. Nomeado como I.D 3, o modelo chega no mercadoeuropeu no ano que vem, e a fabricante promete mais de 500km de autonomia para o veículo rodar numa boa.

Fonte: Reprodução da internet

Até o momento, o Brasil está fora da lista dos lugares que o hatch chegará. A princípio, está estudando importar o Up elétrico e talvez a linha I.D., mas nada certo ainda.

Já a Mercedes-Benz sempre surpreende com as novidades e modelos que trazem. A empresa normalmente tem um dos mais espaçosos estandes do evento, e com isso, além de ter já ser gigante no mercado de automóveis mundialmente, ainda chama atenção pela grandiosidade da estrutura que monta.

O espaço que era mais moderno e conceitual, focou em interatividade, utilização de energias alternativas e mobilidade eficaz e prática para o seu público que está acostumado com grandes inovações.

A conceituada marca destacou o Classe S do futuro surgiu com um conceito elétrico EQS que traz versões híbridas, mas ainda não há previsão de lançamento no Brasil.

Fonte: Reprodução da internet

A Mercedes também apresentou um modelo inédito, o GLB que é um SUV compacto que pode transportar até sete pessoas. O carro totalmente atual, deve chegar em 2020 nas lojas brasileiras na versão 35 AMG.

Fonte: Divulgação/Mercedes-Benz

Entre outros modelos o GLC e GLE estão renovados na linha de produção.

A BMW acabou com as expectativas do M3, em uma nova geração, que para muitos a grade dianteira frustrou quem passou por lá, mas quando o assunto é modelo de carros, não dá para agradar a todos né?!

A Mini, que é da BMW, trouxe para o Salão o seu primeiro carro elétrico da marca, que pretende ser um sucesso, com uma produção já realizada em larga escala.

A Audi chegou no evento com toda sua frota. A1a R8 Spyder, os quais chamou a atenção, mas quem foi o carro da vez foi o RS 6 Avant e o RS7. Modelos bem modernos que vêm com um design repaginado e com motores potentes como: V8 4.0 biturbo de 600 cv e 80 kgfm de torque.

Land Rover apresentou a nova geração do Defender. A empresa britânica trouxe o SUV com toques inovadores, sem perder a essência. E o mais importante, já estará nas concessionárias do Brasil em 2020.

A japonesa Honda estava presente e fez sua parte. Com um estilo de vintage moderno, o carro elétrico nomeado como Honda E, atraiu olhares entusiasmados. O veículo apresenta 220km de autonomia, tamanho médio, o novo modelo veio para fazer sucesso em cidades cosmopolitas.

Com mais de 20 marcas histórias ausentes no evento deste ano, como Nissan, Ferrari, Aston Martin, Chevrolet, Fiat, Jeep, Bentley, Peugout, Volvo, Citroën, Toyota, Mitsubishi, entre muitas outras, a exposição foi um show de diversidade automobilística e com muitas novidades que vieram para ficar e agradar no planeta que pede por menos poluição e mais cuidados essenciais.

Por mais que a originalidade e revolução aconteça todos os anos no Salão do automóvel, o objetivo principal foi trazer o sustentável, carros híbridos e elétricos para conscientizar quem por lá passou.

About the Author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *