Mães no volante

O dia das mães está chegando e escrevemos esse artigo homenageando as mulheres que ao volante, conforme as estatísticas de trânsito, dirigem melhor, comparado ao público masculino.

Para as mães, ter o próprio veículo e dirigir pela cidade, facilita e muito a vida. A economia de tempo é grande entre levar os filhos à escola, passar no supermercado, dirigir até a academia, voltar para os afazeres domésticos de casa, buscar os filhos na escola. Ufa. São tantas idas e voltas.

Sabemos que o dia a dia de uma mãe, é agitado e mesmo assim as mulheres, mamães ou não, estão muito bem nas pesquisas que apresentam as estatísticas de trânsito.

Com pressa ou sem pressa, elas, são as que mais respeitam as regras de trânsito e os limites de velocidade.

  • Seguem mais, as regras de segurança.
  • Respeitam mais, os limites de velocidade.
  • São menos agressivas e participam menos de conflitos no trânsito.
  • Batem menos o carro.
  • Se envolvem menos, em acidentes de trânsito graves.
  • Estão em menor proporção, nas estatísticas de motoristas alterados por consumo de bebidas alcoólicas ou drogas.

Conforme dados do Infosiga-SP, 8 em cada 100 condutores que morrem em acidentes pertencem ao sexo feminino. A pesquisa revela ainda, que nas estatísticas de acidentes de trânsito, enquanto 93,1% dos envolvidos eram do sexo masculino, apenas 6,4% eram do sexo feminino. (pesquisa de 2017)

Já a pesquisa realizada pela GEM Motoring Assist, especializada na cobertura de danos automotivos, mostrou através de estatísticas, que filhos com idade entre 5 e 16 anos, preferem suas mães ao volante, alegando que se sentem mais alegres e tranquilos quando elas estão dirigindo. (pesquisa de 2018)

Nessa mesma pesquisa, as crianças revelam que não gostam quando os pais dirigem em alta velocidade; sentem medo e consideram errado quando os pais perdem a paciência no trânsito.

É interessante, também observar, a influência que uma mãe exerce sobre os filhos, sobretudo, as filhas. 96% das mulheres que busca ajuda para superar medo de dirigir, não teve a figura da mãe ao volante, não que haja a obrigação de mães dirigir, mas foi observado que as mães no volante são uma figura encorajadora e tornam-se principal referência dos filhos.

Mães no volante tem um comportamento mais gentil, cantam e conversam com seus filhos, lembrando que acima dos gestos que transmitem segurança, é preciso de fato garantir a segurança de todos que estão dentro do veículo, seguindo todas as regras de segurança no trânsito.

Feliz dia das mães, grandes condutoras da família, dos filhos e de carro no trânsito da cidade.

Pesquisa de apoio:
http://www.infosiga.sp.gov.br/
https://www.motoringassist.com/

About the Author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *